APROVAÇÃO CERTA 9ª Edição – As melhores dicas para garantir o seu sucesso

Olá, pessoal!

Pensando em seu sucesso, o Pensi traz mais algumas dicas de ouro dos nossos professores. Confira:

 

Dica de Filosofia – Enio Mendes

Munido pelo espírito iluminista, Kant se viu diante de uma grande questão: como ser autônomo e livre e, ao mesmo tempo, garantir um sistema moral universal?

Sua solução foi propor uma regra da razão, um dever (imperativo) que pode ser resumido da seguinte forma: “Agir como se a máxima de sua ação devesse se tornar, por meio da sua vontade, uma lei universal.”

Com essa regra, ele preserva a liberdade de escolha, mas chama atenção para a responsabilidade do agente, pois o faz pensar se poderia replicar esta ação com pessoas que ele gosta ou consigo mesmo.

 

Dica de Biologia – Pedro Rocha

Seleção natural é um fator evolutivo, descrito pelo naturalista inglês Charles Darwin, em 1859, no livro “A origem das espécies”. Tal conceito consiste em uma probabilidade diferencial de sobrevivência e reprodução de variantes herdáveis. Vale ressaltar que existem 3 tipos de seleção natural:

– A seleção natural direcional é aquela que favorece os indivíduos com uma determinada característica de uma população.

– A seleção natural estabilizadora favorece os indivíduos com características intermediárias.

– Já a seleção natural disruptiva favorece os indivíduos com características extremas da população.

Normalmente, esses conceitos são cobrados em vestibulares a partir de análises de gráficos com a frequência alélica de uma população.

 

Dica de Química – Rafael Machado

Os hidrocarbonetos são compostos formados exclusivamente por carbono e hidrogênio e são apolares. Geralmente são encontrados com até quatro carbonos no estado gasoso. De cinco a dezesseis são vistos no estado líquido e acima disso no estado sólido. Uma das classes dos hidrocarbonetos são os alcanos, que também são chamados de parafinas por terem pouca afinidade reacional.

 

Dica de Literatura – Ester Santana Alves

Considerando as figuras de linguagem, atenção à diferença entre antítese e paradoxo:

A antítese consiste na utilização de termos que se opõem quanto ao sentido.

Exemplo: “A verdade e a mentira fazem parte do cotidiano.”

O paradoxo também se fundamenta na oposição, mas seu contraste é mais profundo porque permeia o âmbito das ideias, gerando, por vezes, um sentido ilógico.

Exemplo: “Aquele instante foi eterno”.

Ou seja, como pode um breve momento ser eterno?